Estética Dental

Implantes dentários exigem mesmos cuidados que dentes permanentes

Especialista destaca a importância de redobrar os cuidados após procedimento

Para tratar a saúde bucal e eliminar doenças e outros relacionados a essa área do corpo, em muitos casos, especialistas indicam o implante dentário. Além de ser um procedimento eficaz, os pacientes se sentem muito satisfeitos com os resultados que permitem, em longo prazo, recuperar diversos aspectos da qualidade de vida. Porém, o fato de ter dentes novos faz com que alguns pacientes esqueçam de higienizar corretamente essa área, já que o recomendado é manter os cuidados da mesma forma que antes de passar pelo procedimento. Dessa forma, podem surgir diversos riscos para a saúde.

Sorriso gengival: como corrigir?

  • sorriso Gengival

Se você já teve vergonha de sorrir alguma vez, por achar que o seu sorriso não é perfeito, está na hora de pensar em uma solução! Afinal, sorrir faz muito bem para a mente e você não pode se privar de momentos tão gostosos apenas por timidez ou vergonha!

Você sabe o que é sorriso gengival? Nesse artigo você entenderá melhor o que é essa condição, como ela afeta a saúde e a estética e, claro, conhecerá todas as opções de tratamento. Ficou curioso? Então continue lendo e lembre-se de deixar um comentário com sua opinião ao final do post!

Correção de Sorriso Gengival com Toxina Botulínica

Alguns pacientes, ao sorrir, têm o lábio superior mais elevado, e acabam mostrando grande parte da gengiva. Essa exposição excessiva normalmente é conhecida como sorriso gengival, e pode causar um grande desconforto, mesmo em um momento de descontração, fazendo com que muitas pessoas deixem de sorrir ou escondam a boca com as mãos ao fazerem isso.

Clareamento dental

O clareamento dental é um procedimento odontológico que visa melhorar a aparência dos dentes, proporcionando um “sorriso mais branco” e mais bonito.

A dentista Ludimilla Abi-Saber explica que existem dois tipos de clareamento. “Um deles é feito em casa seguindo as orientações do dentista, O outro método é feito exclusivamente em consultório, utilizando um gel com concentração muito maior de ativo clareador (e, portanto, não seguro para se usar em casa). O efeito é potencializado por uma fonte de luz, como LED ou laser. São necessárias duas ou três sessões, uma por semana, mas já dá para sentir os resultados na primeira aplicação”.

Alguns alimentos são proibidos durante o clareamento dental

Segundo a especialista, alguns alimentos não são recomendados durante o clareamento porque os dentes ficam mais permeáveis e, dessa forma, a chance de absorver os pigmentos de determinados alimentos é maior. “Entre os proibidos estão suco de uva, vinho tinto, refrigerantes à base de cola, café, chás e beterraba. Além disso, o cigarro é outro vilão do clareamento, pois a nicotina amarela os dentes”, citou.

Nem todo mundo pode realizar o clareamento

Ludimilla ressalta que o tratamento é contraindicado em alguns casos. “Quem tem muita sensibilidade nos dentes, por exemplo, pode acabar tendo uma inflamação aguda. Além disso, também não deve fazer clareamento quem tem muitas restaurações (já que ele não age sobre a resina), manchas causadas pelo uso do antibiótico tetraciclina, gestantes e menores de 16 anos”.

Quer fazer uma avaliação para o seu caso?

Grávida pode fazer clareamento dental?

Gravida pode fazer clareamento dental? Essa é uma pergunta que permeia a cabeça de muitas mulheres. É muito comum surgirem dúvidas durante a gravidez. O período é delicado e único para cada mulher, sendo que a grande maioria não está ainda acostumada com a condição. A mulher tende a ficar preocupada e quer dar o seu melhor, para que o bebê nasça o mais saudável possível.

Como a condição faz parte de um momento único, é muito comum surgirem dúvidas. A mulher precisa saber o que ela pode ou não fazer durante a gestação, para não interferir negativamente na saúde do bebê. Quando estas dúvidas surgirem, o ginecologista será a pessoa mais adequada para dar orientações. Portanto, não hesite em pedir ajuda para ele. Conversar com parentes e amigos é também uma boa opção, visto que uma mulher que já passou por alguma gestação pode dar várias dicas à outra.

As dúvidas mais frequentes são as relacionadas ao corpo, por exemplo, se é permitido fazer depilação, tingir os cabelos, fazer alisamento ou clarear os dentes. Neste artigo vamos falar um pouco sobre as dúvidas relacionadas ao clareamento dental.

A grávida e a saúde bucal

Durante a gestação a mulher fica com o organismo mais vulnerável, sendo que com a boca não é diferente. Isto porque, o corpo passa a produzir alguns hormônios específicos que facilitam inflamações na gengiva, especialmente se a mulher já for mais propensa a tanto. Sangramentos e infecções na gengiva tornam-se também problemas mais recorrentes.

É necessário, portanto, ter atenção redobrada neste período. Fazer uso de fio dental e de bochecho é importantíssimo, assim como escovar os dentes logo após cada refeição. Caso haja necessidade de ir ao dentista, informe-o sobre a gravidez, para que ele use as medicações de acordo com o necessário.

 Grávida pode fazer clareamento dental?

Infelizmente, ainda não há um consenso sobre o assunto. O clareamento dental faz uso de produtos químicos ou de lasers para ter efeito, e ninguém ainda conseguiu provar nem que faz mal nem que faz bem ao bebê.

 As substâncias ativas usadas no clareamento dental caseiro ou a laser, os peróxidos, levam a um processo de oxidação dos dentes. Esta oxidação pode ser prejudicial às células e aos tecidos, no entanto, não se sabe ainda se isso seria prejudicial ao bebê em desenvolvimento.

 Suspeita-se que até mesmo a microabrasão, outro procedimento de clareamento dental, possa provocar danos ao bebê, já que a técnica faz uso de ácidos para conseguir remover manchas. Como não há um consenso, o mais indicado é evitar estes procedimentos durante a gravidez.

Clareamento dental com alimentos

 Apesar de a grávida não estar liberada para nenhum procedimento químico ou a laser de clareamento dental, ela não precisa ficar com os dentes manchados ou escuros por toda a gravidez. Existem alternativas mais orgânicas e menos agressivas do que estas disponíveis no mercado, além disto, prevenir é melhor do que remediar, sendo que dá pra tomar uma série de atitudes no sentido de evitar um escurecimento nos dentes.

O morango, por exemplo, contém altos índices de ácido málico, uma espécie de adstringente natural que auxilia na remoção de manchas e no clareamento dos dentes. Além disto, ele é rico em vitamina C, que é ótima para evitar o acúmulo de placas. Outro alimento eficiente neste sentido é o espinafre, que aumenta o fluxo salivar e promove uma limpeza nos dentes de forma natural. Os queijos são também bons para quem quer clarear os dentes, especialmente os mais duros, como o parmesão, pois existe uma proteína na grande maioria deles que ajuda na reparação do esmalte. Outros alimentos que promovem dentes limpos, fortes e brancos são o pepino, a maçã, o iogurte, o leite, o salmão e a pêra, por exemplo.

 Dicas para ter dentes brancos

Além de apostar na ingestão destes alimentos, as mulheres grávidas que não podem recorrer às técnicas de clareamento dental podem seguir algumas dicas no sentido de evitar o escurecimento dental.

 O café, os refrigerantes de cola e alguns chás tingem consideravelmente os dentes e devem ser evitados. A beterraba, a cereja e a uva são frutas que também acabam promovendo um tingimento nos dentes, assim como o açaí.

Além de evitar o consumo destes alimentos e bebidas, é muito importante cuidar da saúde bucal, por exemplo, escovando os dentes sempre após cada refeição. Fazer bochechos e passar o fio dental é também fundamental. Depois de uma xícara de café ou de chá preto, não deixe de escovar os dentes, pois estes são os maiores vilões nesta história.

O cigarro também leva a um escurecimento, assim como a uma série de outros transtornos, mas isto não é um problema para a gestante, já que ela está proibida de passar perto de cigarros. O vinho tinto também atua neste sentido, no entanto, ele está da mesma forma que o cigarro proibidíssimo para a gestante.

 Fonte: Saúde Medicina

 Está grávida e precisa de assistência especializada? Fale conosco!

Dentes feios: saiba quais são os alimentos que prejudicam seu sorriso

O segredo do sorriso perfeito não está somente na escovação e na visita regular ao dentista. O cardápio também pode comprometer não só a saúde, como a beleza dos dentes. O UOL conversou com especialistas para saber quais tipos de comida causam esse problema.

Dentes amarelados

Segundo a dentista Juliana Ayoub, todos os alimentos que contêm corantes, sejam naturais ou artificiais, podem amarelar os dentes se forem consumidos em excesso.

“Alguns exemplos que temos é a beterraba, molhos como de tomate, catchup, molhos escuros (como molho madeira), suco de ameixa e de uva e vinho. Lembrando que o consumo da fruta em si não mancha”, diz a profissional. Outras bebidas como café, refrigerantes de cola e chás podem escurecer os dentes por conter substâncias que colorem o produto.

 Aparência desgastada

Juliano Jacinto, gerente de odontologia da clínica Care Plus, afirma que alimentos ácidos podem corroer o esmalte dentário, deixando os dentes feios. Entre eles estão os refrigerantes, bebidas energéticas, molho de tomate e sucos de frutas industrializados. Juliana acrescenta ainda os alimentos em conservas, que contêm vinagre altamente ácido. Frutas cítricas também podem danificar a estrutura dos dentes.

 Limpeza difícil

Alguns alimentos são considerados vilões por ficarem grudados ou por seus pedaços entrarem em locais mais difíceis de limpar. Exemplo disso são os doces, balas e bolachas. Além disso, esses produtos são ricos em açúcar e fazem com que as bactérias existentes na boca produzam ácidos que ajudam no aparecimento de cáries.

O que fazer para não ter dentes feios?

Prevenção e consultas regulares ao dentista ainda são as melhores opções para manter o sorriso bonito. “Vale lembrar que não precisa eliminar totalmente esses alimentos da rotina para ter um lindo sorriso, eles apenas devem ser consumidos com moderação”, diz Juliana. Jacinto lembra ainda que existem alimentos “amigos” dos dentes, tais como a maçã (é fibrosa e limpa o dente) e derivados do leite (fortalecedores do esmalte, visto a concentração de cálcio).

 Fonte: Uol Mulher

 

Quer ter dentes bonitos? Precisa de orientação? Fale conosco!

Sorriso bonito: o que as mulheres reparam nos seus dentes?

  • sorriso bonito

Se você está beijando pouco e não é um cara chato, temos o motivo: a condição precária do seu sorriso. Se liga nas dicas pra ter um sorriso bonito!

 

Você pode não ter o sorriso digno de um comercial de pasta de dentes, mas precisa prezar pelos dentes que tem na boca cuidando deles à exaustão. Não vai achando que sua lábia vai se sobressair a falta de cuidado com a boca, porque as mulheres têm reparado e reclamado muito do estado dos dentes dos homens.

Não basta escovar os dentes, é preciso ir ao dentista a cada seis meses. Saiba que nossas leitoras confessam deixar de beijar homens com gengiva inflamada, por exemplo.

 Veja quem são os vilões que queimam o seu filme e tiram sua chance de beijar mais bocas.

 #1 Gengiva inflamada:

Pelo amor de Deus, você olha isso todo dia no espelho e não tem a decência de resolver o problema. Falta de vitamina C e ferro, por exemplo, podem ser responsáveis por gengivas vermelhas e inchadas, assim como a falta de higiene oral. As sujeiras se acumulam e vão tornando o problema cada vez mais visível. Só você não vê. TODA MULHER repara demais nisso. Saia da frente do computador e vá ao dentista já!

 #2 Dentes manchados:

É muito importante fazer um clareamento pelo menos uma vez por ano para manter a cor igualada dos dentes, isso melhora muito a aparência, mesmo que o sorriso não seja perfeito. Vale fazer uma limpeza profunda de bicarbonato (informe-se com seu dentista) e deixar os dentes mais brancos com o tratamento.

 #3 O tártaro

Não se tratam de belas pinturas rupestres que surgem nos dentes. A aparição de manchas em tom marrom ou amarelado na região da margem gengival faz do tártaro um dos maiores causadores da má impressão estética do sorriso: o tártaro é a placa bacteriana que endurece na superfície dentária decorrente do acúmulo de sujeiras pela falta de cuidados.

Para evitá-lo é recomendado fazer a escovação de forma correta, com o auxílio de um creme dental anti-tártaro e o uso de fio dental. Após o seu surgimento, somente o dentista poderá retirá-lo através do processo de raspagem com instrumentos específicos.

 #4 Dentes tortos:

Existem tratamentos para quem já passou da adolescência e não quer mais passar um ano cheio de ferrinhos na boca. O Invisalign é um deles, embora seja muito caro. Se não der para fazer o tratamento de alto valor, o que deveria ser considerado como grande investimento, parta para o aparelho fixo mesmo, mas dê um jeito de resolver o problema.

 #5 Obturação escura:

Raramente alguém passa a vida sem uma cárie, por isso todo mundo têm as obturações e como a gente tem muitos motivos para escancarar a boca na hora de rir, os pontos pretos no dente costumam ficar muito aparentes. A obturação com resina que se aproxima da cor do dente é mais cara, mas fica esteticamente BEM melhor, e sim, as mulheres reparam demais naquele cara que tem todas as obturações escuras. Faça esse investimento o quanto antes, vá trocando aos poucos.

#6 O alface e a salsinha

Quem nunca presenciou a cena clássica do pedaço de alface, de salsinha ou de outras ervas que não quiseram ser engolidas e acabaram presas entre a gengiva e o dente? Além de ser uma das situações mais bizarras para quem foi uma vítima, isso também acaba causando constrangimento para quem está vendo: a sensação de ver a situação e não poder fazer nada é desesperadora… Portanto, o que custa escovar os dentes após as refeições e evitar essa saia justa?

#7 Investir só nos atacantes

Escovar somente os dentes da frente com o pretexto de que somente eles aparecem é furada. Não adianta nada ter bons atacantes e uma defesa frágil. Cuide do time todo: uma hora a falta de higiene vai fazer você perder os volantes, os laterais, os pontas e a zaga completa por contusão.

Sobre mau hálito não precisaríamos nem falar, porque é algo mais que óbvio. Mas, ainda assim, veja nosso artigo sobre como acabar com esse problema!

 Fonte: Area H

 

Dentes brancos: o segredo pode estar na alimentação

Para ter dentes brancos, é importante saber o que comer e por que esses alimentos vão deixar seu sorriso perfeito. Veja em nosso artigo:

Já fez de tudo para alcançar o sorriso perfeito, mas nenhum tratamento fez você chegar perto daqueles sorrisos alvos e brilhantes de Hollywood? Pois saiba que para ter o sorriso perfeito você não precisa, necessariamente, gastar fortunas em tratamentos mirabolantes. Assim como pele e cabelo, o sorriso bonito também depende muito da alimentação e pode estar aí o seu erro.

Mario Groisman, membro da Academia Brasileira de Odontologia e da Academia Americana de Periodontia, acredita que o consumo de certos alimentos ajudam sim na conquista do tão sonhado sorriso perfeito. Então, quer saber o que comer para ter o sorriso perfeito? Anote:

 Maçã ajuda a deixar seus dentes brancos

maçã deixa dentes brancos

Por ser fibrosa, a maçã ajuda a limpar os dentes, além de estimular o fluxo salivar (Imagem ilustrativa: Getty Images)

Além de melhorar o sistema digestivo e promover a redução do colesterol, o que poucas pessoas sabem é que a maçã é um alimento queridinho dos dentes. “A fruta fornece, em média, 4g de fibras e, por ser fibrosa, ajuda a limpá-los, além de estimular o fluxo salivar”, explica Mario Groisman.

Pêra clareia os dentes

Se o seu problema é esse, você precisa de mais pêra na sua vida. A pêra é rica em fibras, que ajudam a limpar naturalmente os dentes. E a fruta, como alternativa a balas e doces, e muitas vezes esquecida na feira ou no hortifruti, também é ótima na prevenção de doenças gengivais e no aparecimento de cáries.

Queijo pode ser aliado

Rico em cálcio e fósforo, o queijo ajuda a preservar o esmalte dos dentes e combater a acidez bucal (Imagem ilustrativa: Getty Images)
 
Está faltando brilho no seu sorriso? Coma queijo. Além de ser rico em cálcio e fósforo, que colaboram para o fortalecimento dos ossos, também tem o poder de preservar o esmalte dos dentes e combater a acidez bucal.

Gosta de Morangos?

O morango contém ácido málico, um adstringente natural que ajuda a retirar manchas dos dentes, afirma a nutricionista Vanessa Pimentel. “Além de vitamina C, o que é muito importante na formação do colágeno auxiliando a manutenção de gengivas saudáveis”, explica Mario Groisman.

Pepino

O pepino ajuda a limpar os dentes naturalmente e remover bactérias (Foto: Getty Images)

Segundo Mario Groisman, o legume é ótimo para os dentes. “Além de estimular a produção de saliva, o alimento também ajuda a limpar os dentes naturalmente e remover bactérias”, afima.

Castranha-do-pará

Os óleos contidos na castanha ajudam a proteger os dentes, reduzindo a capacidade das bactérias de grudarem neles. “Vale lembrar que é importantíssimo o uso da escovação e o emprego de técnicas de fio dental associada a cremes dentais com flúor”, alerta Mario Groisman.

Fonte: Bem Estar

 

Dentes mais bonitos: veja 7 técnicas para conquistá-los

Mais do que nunca, dentes branquinhos e uniformes estão ao seu alcance. A odontologia estética promete transformar o seu visual, sem a necessidade de bisturi, com procedimentos mais rápidos e menos invasivos – mas muito eficientes.

 
Dentes mais bonitos


Aquela história de que dentes bonitos e bem tratados são o melhor cartão de visitas de qualquer pessoa é verdade mesmo. Afinal, sinalizam cuidado com a saúde e a aparência, além de refletirem na vida social e profissional de todo mundo. Sem falar que alavancam o amor-próprio e a autoconfiança e, dependendo do caso, valem por uma cirurgia plástica, já que são capazes de modificar a expressão do rosto (sem a necessidade de entrar no bisturi, ufa!).

Por isso, chega de esconder o sorriso com medo de exibir dentes amarelados, separados ou desalinhados. Conversamos com os melhores especialistas em odontologia estética e indicamos tratamentos rápidos, seguros e eficientes para consertar estas e outras falhas que levam as mulheres ao consultório do dentista. É hora de repaginar o sorriso de uma vez por todas!

Branco mais bonitos e brancos: clareamento com gel

Indicação: devolver a cor natural aos dentes amarelados por causa da alimentação, do cigarro ou da ingestão de remédios. “A técnica é mais duradoura do que o laser”, garante o dentista Marcelo Kyrillos, do Ateliê Oral, em São Paulo.

Como é: o profissional tira um molde da arcada dentária da paciente e encaminha ao protético, que faz a moldeira de silicone. Em casa, você coloca nela a quantidade indicada de gel de peróxido de carbamida e usa por meia hora todos os dias. “Ficar com a moldeira por poucos minutos durante um tempo prolongado (que pode variar de três semanas a 45 dias, dependendo do caso) é mais eficiente do que usá-la por horas durante poucos dias”, explica Kyrillos.

Pós-tratamento: você não precisa se privar de tomar café ou comer chocolate após o tratamento. “Se os dentes voltarem a pigmentar depois de algum tempo, o clareamento pode ser repetido aproveitando a mesma moldeira.”

Mudança dois em um: prótese dentogengival

Indicação: substituir dentes perdidos, principalmente quando a paciente apresenta grande perda óssea e não pode realizar o implante tradicional, ou cobrir dentes pequenos sem extraí-los. “Aqui, a gengiva e o dente são reproduzidos em porcelana e ganham aspecto completamente natural em cor e textura”, esclarece Marcelo Kyrillos. A prótese pode tanto ser implantada no osso (quando possível) ou cimentada sobre o dente original.

Como é: com base em uma tomografia computadorizada da face, o dentista reproduz a boca da paciente em gesso. Por cima do molde, refaz em cera os defeitos a ser corrigidos ou os dentes que devem ser trocados e confecciona uma prótese em resina acrílica, que a paciente vai usar por 15 dias para adaptação da musculatura facial e da respiração. Depois, ela é substituída pela permanente.

Pós-tratamento: a limpeza é igual à dos dentes naturais e não há restrições na alimentação.

Alinhamento perfeito: facetas de porcelana

Indicação: encapar a face externa de dentes manchados, desalinhados ou separados e garantir um sorriso uniforme.

Como é: “Na primeira consulta, o dentista define o que precisa ser alterado, faz o desgaste do dente com a broca e tira o molde de silicone daqueles a ser recobertos. Então, envia ao laboratório de prótese para confeccionar as lâminas de porcelana, que terão de 0,3 milímetro a 1 milímetro de espessura”, descreve o dentista especializado em odontologia estética Lauro Delgado Júnior, de São Paulo. Até a sessão seguinte, a paciente usa uma restauração provisória de resina e, no dia da aplicação, o profissional cola as lâminas com cimento próprio. Apesar do benefício estético, a desvantagem é a necessidade de desgastar dentes saudáveis.

Pós-tratamento: os cuidados são fazer a higienização normal e visitar o dentista periodicamente para avaliar a necessidade de limpeza e polimento das facetas.

Mínimos detalhes: fragmentos de porcelana

Indicação: são a evolução das facetas. “Em vez de cobrir toda a face do dente, os pedaços de lâminas são aplicados em um canto, na base ou no meio, por exemplo, a fim de preencher vãos e dentes fraturados ou gastos”, descreve Marcelo Kyrillos. “Não são indicados para igualar a cor ou alinhar dentes tortos.”

Como é: em uma primeira consulta, o dentista vai fazer um modelo de gesso no formato certo para que o protético confeccione os fragmentos de porcelana na cor exata. Uma vantagem dos fragmentos em relação às facetas é que não acontece o desgaste da superfície do dente, e eles são colados com cimento próprio direto sobre o esmalte.

Pós-tratamento: os cuidados são os mesmos para a colocação de facetas de porcelana.

Gengiva mais clara: peeling gengival

Indicação: quando a gengiva é escura, o que acontece por causa da concentração maior de melanina no tecido.

Como é: “Depois de aplicar anestesia local, é feito o desgaste mecânico da superfície da gengiva, utilizando broca ou lâminas”, descreve o cirurgião-dentista Cristiano Pascoal, de Vitória. O procedimento demora cerca de uma hora, provoca dor suportável, de acordo com o profissional, e um pouco de sangramento.

Pós-tratamento: durante a primeira semana ficam proibidos alimentos ácidos, salgados e picantes, já que a boca está mais sensível, mas você só vai precisar tomar analgésico no primeiro dia. Nos dez dias seguintes ao procedimento, deve utilizar solução de irrigação (à base de digluconato de clorexidina) para ajudar na higienização do local, porque não vai poder usar escova, pasta e fio dental nesse período. A cicatrização acontece entre sete e dez dias. “Com o tempo, pode ser que o tecido volte a escurecer, já que se renova constantemente, mas ele não costuma recuperar a cor original. Nesse caso, o procedimento pode ser repetido”, diz Cristiano.

Dentes em evidência: cirurgia plástica de gengiva

Indicação: corrigir o chamado sorriso gengival, diminuindo a exposição exagerada de tecido e aumentando os dentes.

Como é: Cristiano Pascoal explica que, depois de uma limpeza bucal e com anestesia local, o excesso de tecido gengival é removido cirurgicamente com microlâminas de bisturi e a gengiva é estabilizada na posição correta (com ou sem sutura, dependendo do caso). O procedimento demora entre uma e duas horas, de acordo com a extensão abordada, provoca dor suportável e um pouco de sangramento.

Pós-tratamento: nos dois primeiros dias, você deve tomar analgésico e, por dez dias, usar solução de irrigação para auxiliar na higiene. Também precisa evitar morder com os dentes próximos nos dez primeiros dias, quando são retirados os pontos, se houver sutura. O resultado é percebido imediatamente e a cicatrização começa em 15 dias, mas o processo completo se dá em aproximadamente seis meses.

Boca nova em folha: implante sem corte

Indicação: repor dentes perdidos sem fazer cortes extensos na gengiva nem dar pontos. Quem teve grande perda óssea precisa antes se submeter a um enxerto de osso que permita a fixação da prótese.

Como é: a técnica foi a grande novidade do 7º Simpósio Internacional de Prótese e Implante, realizado em maio em São Paulo. Tudo começa com uma tomografia computadorizada, que vai analisar a condição de ossos e músculos, além de tamanho e posição dos dentes, na arcada da paciente. “O exame passa por um programa de computador em que são geradas imagens tridimensionais que vão auxiliar o dentista no planejamento de como serão colocados os implantes”, conta o cirurgião-dentista Rodolfo Candia Alba Júnior, de São Paulo, diretor da Associação Brasileira da Indústria Médico-Odontológica (Abimo). Com base nessas imagens, é confeccionada uma guia cirúrgica (espécie de protótipo) de resina com os orifícios para posicionamento exato e cada dente implantado. O dentista coloca essa guia na boca da paciente e perfura a gengiva e o osso com motor e kit cirúrgico especial nos locais indicados para fixar as próteses de titânio e cerâmica. A intervenção cirúrgica é rápida: cada implante leva menos de dez minutos.

Pós-tratamento: a calcificação do osso sobre o titânio leva entre três e seis meses, mas a paciente sai do consultório podendo comer de tudo e fazer a higiene normal.

Fonte: M de Mulher